De cada dez empresas que são abertas no Brasil, ao menos três delas encerram as atividades antes de completar dois anos, segundo um levantamento feito pelo Sebrae sobre a sobrevivência das empresas no Brasil. Isso acontece, na maioria das vezes, porque o empreendedor acaba cometendo erros que poderiam ser evitados. É importante saber o que não deve ser feito quando se coloca em prática o sonho de ser o próprio patrão ao abrir um negócio. Quer aprender como abrir uma empresa? Então confira os 7 erros que você deve evitar.

empreendedorismo no Brasil

1° erro – Misturar despesas:

Um dos erros mais comuns é misturar despesas pessoais com as da empresa. Essa situação causa desequilíbrio nas finanças da empresa e distorce os indicadores financeiros. Assim, torna-se difícil saber quão rentável o negócio está sendo e pode ocorrer o tão indesejável endividamento. Dessa forma o empreendedor fica sem controle da real situação financeira da empresa e pode levar à retirada de valores superiores ao que a empresa suporta. Levando ao fechamento do negócio. O correto é separar as contas e ter controle de todas as despesas e receitas do negócio para identificar se há lucro.

2° erro – Falta da análise de viabilidade

Outra falha é não fazer a análise de viabilidade do negócio. É necessário fazer uma avaliação do dinheiro usado para começar a empresa e para tocá-la até que comece a dar lucro. É importante avaliar todos os investimentos em equipamentos, instalações e funcionários. O estudo da viabilidade serve também para constatar se há mercado para o produto ou serviço. Ajudará a identificar as expectativas e necessidades do mercado, o que serve para nortear os caminhos do negócio.

3° erro – Não delegar funções

A centralização é outro ponto negativo identificado entre quem está empreendendo. Muitos empresários têm dificuldade em ensinar e delegar atividades aos colaboradores. Dessa forma, centralizam muitas tarefas operacionais em si, não sobrando tempo para se dedicarem à estratégia do negócio.

4° erro – Não está aberto a críticas

Já que é importante ouvir outras opiniões e levar em consideração que elas podem ser construtivas. As críticas podem mostrar outros caminhos e até ajudar a salvar um novo negócio.

5° erro – Não ter foco

Criar um projeto mirabolante também não é recomendado porque, quanto mais simples e objetivo for o projeto e o plano de negócios, mais fácil será manter o foco.

6° erro – Ficar acomodado

O comodismo também está entre os erros. É necessário atentar-se aos movimentos do mercado para adaptar o negócio e não entrar no comodismo. É importante ouvir o cliente e gerar inovação constantemente.

7° erro – Não se atualizar

O sétimo erro é não se profissionalizar. É importante buscar por cursos, palestras e oficinas que irão acrescentar no seu negócio é muito importante. O empresário precisa saber pelo menos o básico de gestão. Sem isso, o empresário pode acabar tomando decisões equivocadas, desperdiçar oportunidades, produzir com mais recursos e ter dificuldade de garantir a qualidade do produto ou serviço oferecido.