Skip to main content Skip to search

Archives for Sem categoria

O que é MEI?

O que é MEI?

O MEI é uma forma de regularização de quem trabalha por conta própria ou deseja empreender.

Sendo Microempreendedor individual, é possível ter CNPJ, emitir notas fiscais (apesar da desobrigatoriedade), contratar um funcionário registrado pelo salário mínimo da categoria e contribuir para a aposentadoria.

IMPOSTOS DO MEI

Atividade, Impostos e Contribuições Mensais

Comércio e Serviços R$52,85

Prestação de Serviços R$51,85

Comércio ou Indústria R$47,85

Estes valores correspondem à Previdência Social

(aposentadoria ou INSS do MEI) e ao ICMS e/ou ISS.

Quem é MEI tem isenção do pagamento de impostos

 Quais os benefícios previdenciários do MEI?

Aposentadoria por idade:

mulher aos 60 anos e homem aos 65, observado a carência, que é tempo mínimo de contribuição de 180 meses, a contar do primeiro pagamento em dia.

Auxílio doença e Aposentadoria por invalidez:

são necessários 12 meses de contribuição, a contar do primeiro pagamento em dia.

Salário-maternidade:

são necessários 10 meses de contribuição, a contar do primeiro pagamento em dia.

Para tirar dúvidas sobre Abertura da sua MEI?
fale conosco pelo telefone: (85) 3253-1477   ou clique no botão do WhatsApp.

 

 

 

 

Se inscreva e receba artigos como este em seu e-mail.

Read more
Como organizar as receitas e despesas

Como organizar as receitas e despesas da minha empresa?

Como organizar aa receitas e despesas da minha empresa? Isso geralmente passa ou já passou pela cabeça de todos empresários nos tempos de hoje.

A falta de organização das finanças causa muitos problemas em um negócio.

Um controle detalhado das entradas e saídas (fluxo de caixa) é necessário para que a gestão da empresa possa trabalhar com mais segurança.

Esse controle é de suma importância tanto para calcular o capital de giro quando para definir datas de pagementos, recebimentos e também para reduzir impostos.

Onde organizar meus custos?

As despesas e receitas podem ser organizadas através de:

  • Planilha de excel
  • Software de gestão financeira
  • Lápis e caderno

Como fazer o controle financeiro?

Deve-se registrar diariamente, os seguintes itens em seu controle financeiro:

1.Saldo inicial

É o valor que inicia o controle financeiro. Esse valor é o quanto você tem disponível no início do período, sem contar com os valores que irão entrar ou serão reduzidos.

2.Entradas

É o que você recebe pela venda do produto ou serviço.  Você deve descrever a data de recebimento, a origem de cada receita e registrar qual foi a forma de pagamento (dinheiro, depósito ou cartão de crédito) bem como valor de cada entrada.

3. Saídas

São os valores que você irá pagar. Não deixe de registrar o destino das despesas e de que foram feitos os pagamentos. Classifique as despesas em “gastos fixos” e “gastos variáveis”.

Cuidados

Separe o controle financeiro da empresa de suas finanças pessoais

Contas em atraso devem ser cobradas com rapidez para não prejudicar o capital de giro

Fala uma anotação das movimentações bancarias, como recebimento de depósitos, transferências e saques.

Mantenha a disciplina em dia: não deixe de anotar e fazer atualizações periódicas

No seu controle financeiro. Isso é fundamental para o sucesso da sua gestão financeira.

Busque fazer sua projeção financeira anual. Isso facilita a projeção de despesas desagradáveis.

  1. Despesas fixas

Todo gasto fixo é previsível, por isso, deve ser contabilizado. Alguns exemplos de gastos fixos são: aluguel, obrigações trabalhistas, folha de pagamento e honorários de escritório de contabilidade.

  • Despesas variáveis

Todos os gastos cujo valor não pode ser previsto ou que sofre variações. Exemplos: despesas com matéria prima, comissão de venda, embalagens, fretes de vendas, contas de telefone, internet, energia e água.

  • Custos

Custos são todos os fastos envolvidos no desenvolvimento ou produção de um produto ou serviço. Envolvem matéria-prima, mão de obra e gastos gerais de fabricação. Os custos podem ser classificados em direitos e indiretos.

  • Saldo operacional

É o resultado financeiro das movimentações diárias. Corresponde à quantidade de dinheiro que entrou durante um período estipulado (mês, semana ou dia) e é obtido através do saldo entre gastos, entradas e saídas da empresa durante o tempo estipulado.

  • Saldo final

É a soma do saldo inicial com operacional.  Esse valor define quanto de receita foi acrescido a um negócio, ou caso feche em margem negativa, quanto será reduzido do saldo inicial.

Sem segredo, anotar tudo é a maneira mais fácil de organizar as despesas e receitas de uma empresa.  Com organização e um controle minucioso, é possível ver a quantas caminha o destino financeiro da sua empresa, e assim, pensar qual é o próximo passo a ser tomado!

A gestão financeira é a base para que uma empresa se mantenha e consiga conquistar novos consumidores com o passar do tempo.

É através do processo de análise e organização financeira que poderão ser recolhidos os setores nos quais investir e quando a empresa está lucrando dia após dia.

Somente através da análise detalhada dos gastos  que será possível compreender o desenvolvimento da empresa e assim calcular o lucro e as expectativas financeiras para os próximos meses. Além de garantir segurança financeira, a gestão do capital facilita a compreensão econômica da empresa. O empresário e, caso existam, investidores terão total conhecimento dos extratos bancários e do direcionamento de toda a verba da empresa.

Você pode contratar uma equipe especializada em gestão empresarial em Fortaleza

Nós da 2MGA contamos com um corpo profissional que está a sua disposição para apresentar soluções nas áreas: financeira, processos e pessoal.

Coloque o seu negócio de volta aos trilhos, conte conosco!

Para tirar dúvidas sobre gestão empresarial fale conosco pelo telefone:

(85) 3253-1477   ou clique no botão do WhatsApp.

Se inscreva e receba artigos como este em seu e-mail.

Read more
× Fale conosco!